11 maio de 2018
O que a engenharia do futuro nos reserva?
 
Engenharia-do-futuro-min

Para a engenharia, as evoluções tecnológicas e a realidade da globalização pode transformar o mercado da profissão.

Monumentos históricos provam que a engenharia é uma das profissões mais antigas da humanidade. Acompanhando e evoluindo junto à sociedade, a profissão hoje precisa estar sempre um passo à frente, em constante evolução.

Se você conhece bem essa realidade, sabe a importância de manter-se sempre atualizado. Hoje, um bom produto não é só funcional, como também atende e entende seu público-alvo e as necessidades de seus clientes. Quando você conhece a parte de fabricação, por exemplo, fica mais fácil projetar itens mais fáceis e baratos, o que contribui para o andamento e desenvolvimento final do produto. A velocidade, dinamismo e tecnologia com a qual as coisas avançam, cada vez mais seremos capazes de criar coisas inimagináveis com os recursos atuais disponíveis.

Um ponto chave é a engenharia sustentável, já que nosso meio ambiente vem dando sinais de que não suporta mais o uso irracional de seus recursos. Mudanças climáticas é assunto mundial e é nesse contexto que a engenharia sustentável se faz necessária. O engenheiro precisa estar atento às leis e aberto a uma convivência com profissionais de diversos setores, já que o trabalho envolve interação e cooperação.

Outra área que lida com a escassez de recursos naturais e que enfrentará desafios é a da eficiência energética, que trabalha propondo soluções para os processos e projetos enérgicos, adotando conceitos de utilização racional dos insumos energéticos.

Partindo para área da automatização de processos, esses devem ser cada vez mais construtivos e produtivos, o que já é uma realidade. Prova disso é o desaparecimento de algumas tarefas manuais, o que abre portas para profissionais com habilidades e capacitação especializada tornarem-se peças-chave nas empresas.

Esse ponto levanta outra tendência, a da qualificação. Em tempos de crises e buscas por inovações, é indispensável a busca por soluções para sua empresa, o que pode trazer uma melhor colocação dentro da mesma. Sendo assim, se você atua principalmente nas áreas de gestão de projetos, processos e negócios, isso se torna quase que uma condição para sua carreira.

A volta do crescimento da construção civil é tido como certo, isso porque o setor é um dos campos mais importantes da economia do país. Hoje, estima-se que cerca de 6% do PIB do Brasil é de responsabilidade da área civil. Então pode apostar no setor.

Já a engenharia de produção é a que mais se firmará e, consequentemente, criará disputa entre profissionais. Mas não veja isso como algo ruim, já que a exigência dos setores de produtos e serviços, seja por meio de uma maior oferta no mix de produtos, na redução dos prazos ou no aumento da qualidade aumentará a necessidade de profissionais capazes de acompanhar todo o ciclo produtivo, desde as etapas iniciais de planejamento do negócio e análise das demandas, até as etapas produtivas propriamente ditas.

Analisando o artigo como um todo, podemos notar que as inovações passarão por praticamente todos os setores e ramos da engenharia, um cenário de constante evolução.

Aqui na IST você pode encontrar cursos EaD para aprimorar seu conhecimento e ferramentas que contribuirão para seu crescimento e de toda a empresa.