23 maio de 2018
Qual o futuro da impressão 3D?
 
texto_futuro da impressão

A evolução da produção moderna está progredindo rapidamente e mostra que chegou para ficar em definitivo.

Não há mais dúvidas quanto a impressão 3D. A tecnologia se provou no mercado e mostrou seu valor, comprovou-se eficaz e fez seu nome tanto na indústria atual quanto na futura. Após ter começado como método para produção de protótipos, a tecnologia camada por camada passou por vários estágios de desenvolvimento para chegar onde está hoje.

Indo além dos projetos 3D relativamente simples que são impressos para prototipagem, hoje o processo pode produzir peças móveis, máquinas complexas e está se direcionando para produção orgânica. Em apenas trinta anos, o salto de modelos ocos para replicação de órgãos humanos é sísmico.

É uma certeza que as impressoras 3D crescerão como um item de consumo barato. Pense em qualquer tecnologia atual difundida, seja os smartphones, tablets ou TVs 4K. Não muito tempo atrás, todos eles eram considerados produtos de luxo. À medida que sua popularidade subia, mais modelos surgiam.

Como se a impressão de pele humana não fosse intrincada o suficiente, a manufatura aditiva se tornaria ainda mais complexa. O movimento em direção a materiais industriais, como o titânio, amplia enormemente o escopo da possibilidade. Com casas inteiras que podem tomar forma através da rota de impressão 3D, grandes partes do comércio de construção e fabricação serão voltadas para a reprodução de itens básicos e de velocidades altas e baixas. Uma alternativa barata aos métodos tradicionais de construção que podem enfrentar qualquer potencial crise imobiliária. Acrescente a isso biocompatibilidade e indústrias como a odontologia, que deixa claro que o potencial de descoberta está apenas começando.

Produtos personalizados projetados para especificidades do indivíduo, é algo que vem numa crescente avassaladora. É um ethos que permeia todo o mercado aberto e com a impressão 3D não é diferente. Dessa forma, ficamos aguardando a fabricação por encomenda de algo feito exatamente para nós. Um exemplo, está cansado de fones de ouvido que saem com facilidade? Imprima-os nos contornos exatos do seu ouvido. Criou algo único? Imprima. Com a facilidade de uso de softwares CAD, como o SOLIDWORKS, a impressão 3D nunca foi tão favorável ao indivíduo e a sociedade.

Um aplicativo para quase todos os produtos ou serviços concebíveis é o futuro da manufatura aditiva. À medida que a futura geração se aproxima do espaço de trabalho de design, eles estão integrando a funcionalidade de aplicativos digitais aos práticos formados pela impressão 3D. Aplicativos de smartphones comercialmente viáveis e fáceis de usar para ampliar o apelo são como o futuro está se moldando para o processo de design.

Fácil de usar, mas mais difícil de projetar, a impressão 3D está prestes a ser simplificada. No entanto, essa abordagem básica exigirá um trabalho de projeto muito mais complicado. Com a crescente sofisticação de ambos os softwares (com transferência de dados sensíveis usando a tecnologia blockchain) e materiais, a expansão da impressão 3D generalizada exigirá mais codificadores e designers para criar a infraestrutura de suporte.

Então, quando a impressão 3D começa a lançar sua tecnologia no espaço (algo que já acontece), vemos que nem o céu é o limite.